BusinessNotícias

Presidente Bolsonaro envia Relatório de Metas Fiscais ao Congresso Nacional.

0
Imagem de Lommiz por Pixabay

Documento é feito a cada dois meses com objetivo de verificar a necessidade de revisão dos limites de empenho e pagamento dos órgãos públicos

Opresidente da República, Jair Bolsonaro, encaminhou ao Congresso Nacional o relatório de avaliação de receitas e despesas primárias do 3º bimestre de 2020. Esse relatório é elaborado bimestralmente para atender à Lei de Responsabilidade Fiscal e à Lei de Diretrizes Orçamentárias, como forma de se verificar a necessidade de revisão dos limites de empenho e pagamento dos órgãos públicos.

Ao fim do 3º bimestre, foram reavaliadas as estimativas das receitas e despesas primárias do Governo Federal, observando a arrecadação das receitas e das despesas primárias até o mês de junho de 2020. As estatísticas fiscais apuradas até junho de 2020 e as projeções de receitas e despesas primárias para o corrente ano indicam a necessidade de limitação de R$ 663,3 bilhões nas despesas discricionárias dos Poderes da União, Ministério Público da União e Defensoria Pública da União.

Por conta da declaração da calamidade pública decorrente da pandemia da Covid-19, o Governo Federal está excepcionalmente dispensado de cumprir a meta fiscal. Por isso, não será necessária a redução dos limites de empenho e movimentação financeira indicadas no relatório.

Em relação ao teto de gastos, o qual não foi suspenso pelo período da pandemia, o relatório aponta a existência de um espaço fiscal de R$ 2,8 bilhões até o teto. Neste valor já está computado o cumprimento da transferência aos estados, em atendimento ao acordo celebrado na Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO) nº 25, do Supremo Tribunal Federal, o qual prevê o recurso de R$ 4 bilhões a serem transferidos.

Créditos Imagem: Imagem de Lommiz por Pixabay

Fonte: Planalto

Gestão no Campo

Câmbio é responsável por recordes históricos no preço do milho

Previous article

Portaria permite recontratação de funcionário demitido sem justa causa no período de 90 dias.

Next article

You may also like

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Business