Agro NegóciosGestão no CampoNotícias

EUA cria banco de vacinas da aftosa

0
Imagem de Alexas_Fotos por Pixabay

Iniciativa poderá ser usada em caso de emergência da doença

Historicamente, a vacinação contra febre aftosa tem sido vista como uma estratégia secundária nos Estados Unidos. O país erradicou a doença de seus rebanhos em 1929 mas há preocupação caso haja incidência, uma vez que, a constante evolução das doenças e sua propagação entre países e continentes fazem com que os países que são grandes produtores de gado e suínos, como é o caso dos EUA, precisem aumentar cada vez mais as suas defesas.

Como forma de prevenção, o Departamento de Agricultura norte-americano (USDA) assinou um contrato com a empresa fabricante de vacinas Biogénesis Bagó para fornecer doses contra febre aftosa em caso de emergência. Um banco de vacinas e antígenos foi criado para fortalecer as medidas de proteção contra a doença: o National Animal Vaccine and Veterinary Countermeasures Bank – NAVVCB.

O banco busca aumentar o nível de proteção do país contra a doença e garantir que haja um número muito maior de doses desta vacina disponível do que as que existem atualmente, através do Banco Norte-Americano. Na América do Sul, três em cada 10 bovinos recebem a vacina antiaftosa da Biogénesis Bagó que, com seus programas de vacinação, ajudou a erradicar a Febre Aftosa na maioria dos países do continente. “Esse tipo de iniciativa e contrato, que visa prevenir doenças que afetam gravemente a produção de carne e leite, reforçam o nosso compromisso com a evolução da saúde animal”, afirma o CEO da companhia, Esteban Turic.

O total do rebanho bovino dos Estados Unidos é de 94,8 milhões de cabeças e 77 milhões de suínos. 

Fonte: Agrolink

Creditos :Imagem de Alexas_Fotos por Pixabay

Gestão no Campo

Descompactação: melhoria da qualidade do solo depende de diagnósticos integrados

Previous article

É possível aplicar sustentabilidade na agroindústria

Next article

You may also like

Comentários

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *